WhatsApp pede ao Banco Central para ser ‘iniciador de pagamentos’

Se aprovado, o WhatsApp poderá oferecer o envio e recebimentos de transações financeiras 

O WhatsApp quer habilitar em seu sistema transações de pagamento. O aplicativo está em contato com o Banco Central para ser um iniciador de transações financeiras. Esse modelo de instituição foi anunciado pelo BC em outubro de 2020.

Em junho do ano passado, o Banco Central e o Cade barraram a nova funcionalidade do WhatsApp, poucos dias após ser anunciado pelo aplicativo. A ideia da marca era iniciar os testes no Brasil, um dos primeiros países a participar desse momento. Agora, o WhatsApp volta a pedir o aval. 

Com os iniciadores de pagamento, o consumidor dá uma ordem para que a instituição que é correntista realize o pagamento direto com o lojista, sem a necessidade de acessar o aplicativo. Ou seja, o consumidor não precisará mais contar com a instituição bancária como intermediador. 

Em 2020, o Banco Central chegou a dizer que a medida permitiria a ampliação da abrangência do open banking. Outro fato é que o banco alegou que empresas que prestassem serviço apenas nesta modalidade, poderiam ter um processo de autorização de funcionamento mais rápido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *