Maranhão recebe mais um lote da vacina Pfizer com 17.550 doses

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) recebeu, na sexta-feira (4), o sexto lote de doses da Pfizer contendo 17.550 doses para continuidade da vacinação contra a Covid-19. Os imunobiológicos serão destinados para pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, grávidas e puérperas com comorbidades em 18 municípios sede das Regionais de Saúde e da Grande Ilha.

Com a nova remessa, o Maranhão totaliza 3.252.360 doses recebidas, sendo 1.181.740 doses da CoronaVac, 1.975.850 doses da AstraZeneca e 94.770 doses da Pfizer.

Em razão das condições de resfriamento necessárias ao acondicionamento das doses da Pfizer, a Secretaria tem ampliado a estratégia de distribuição para os municípios por etapas. Desta vez, os imunobiológicos serão distribuídos na Grande Ilha de São Luís, Chapadinha, Rosário, Timon, Caxias, Balsas, Itapecuru, Codó, Imperatriz, Presidente Dutra, Barra do Corda, São João dos Patos, Pedreiras, Zé Doca, Santa Inês, Pinheiro, Açailândia, Bacabal e Viana. Nestas localidades, as Regionais de Saúde dispõem de estrutura para manter o resfriamento das doses.

Assim como foi realizado nos outros municípios, as equipes da Secretaria estão promovendo capacitação prévia com os profissionais das Regionais de Saúde que irão manipular os imunizantes. Durante a semana, a SES também vai acompanhar o processo de aplicação das vacinas nas salas de imunização.

As doses enviadas pelo Ministério da Saúde foram encaminhadas para a Central de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos do Maranhão (Ceadi-MA), estrutura da Secretaria de Estado da Saúde. Os imunizantes passarão por conferência para que, na próxima semana, seja realizada a distribuição para os municípios maranhenses, juntamente com as 175.500 doses de Astrazeneca recebidas na última terça-feira (2).

Para a distribuição, a SES conta com a parceria do Centro Tático Aéreo (CTA), que faz o transporte das vacinas com o uso de helicópteros e avião, e da Polícia Militar, responsável pela segurança no deslocamento. Para o transporte das vacinas também são utilizadas vans refrigeradas.

Fonte: G1MA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *